Como instalar o GnuCOBOL no Linux

Guia rápido de instalação do GnuCOBOL no ambiente Linux. Essa nota contém alguns passos que não aparecem no guia de instalação do produto e que podem economizar o tempo que você gastaria pesquisando.

Passo a Passo

1.Escolher um diretório temporário

Use (ou crie) um diretório temporário para baixar os arquivos necessários para a instalação:.

cd /tmp

2.Baixar release mais estável do GnuCOBOL

O comando abaixo deve ser digitado numa única linha.

curl -L http://sourceforge.net/projects/open-cobol/files/gnu-cobol/1.1/gnu-cobol-1.1.tar.gz -O

3. Extrair arquivos de instalação

A extração vai criar um subdiretório chamado “gnu-cobol-1.1” no diretório temporário.

tar xvf gnu-cobol-1.1.tar.gz

4. Instalar dependências

Como estamos gerando o compilador a partir de seus fontes, temos que trazer as instalar as bibliotecas que o GnuCOBOL precisa para funcionar. Felizmente todas elas estão disponíveis em repositórios do yum. Por ser que o seu ambiente já tenha todas as bibliotecas instaladas e em sua última versão. O meu não tinha.

yum install gmp-devel
yum install libdbi
yum install libtool
yum install ncurses
yum install ncurses-devel
yum install ncurses-lib
yum install libdb-devem-x86_64

5. Criar makefile para geração do compilador

cd gnu-cobol-1.1
./configure 

6. Gerar o compilador e verificar se a geração foi bem sucedida

make
make check

A verificação vai mostrar um resultado parecido com o trecho abaixo:

All 17 tests were successful.
PASS: ./data-rep-O
==================
All 5 tests passed
==================
make[4]: Leaving directory `/tmp/gnu-cobol-1.1/tests'
make[3]: Leaving directory `/tmp/gnu-cobol-1.1/tests'
make[2]: Leaving directory `/tmp/gnu-cobol-1.1/tests'
Making check in extras
make[2]: Entering directory `/tmp/gnu-cobol-1.1/extras'
make[2]: Nothing to be done for `check'.
make[2]: Leaving directory `/tmp/gnu-cobol-1.1/extras'
make[2]: Entering directory `/tmp/gnu-cobol-1.1'
make[2]: Leaving directory `/tmp/gnu-cobol-1.1'
make[1]: Leaving directory `/tmp/gnu-cobol-1.1'

7. Instalar o compilador

make install

8. Incluir o diretório do compilador no PATH

O compilador (cobc) estará disponível no diretório /usr/local/bin. Certifique-se de que esse diretório está disponível no path do arquivo .bashrc

PATH=$PATH:/usr/local/bin
export PATH

9. Informar onde está a biblioteca de runtime

Inclua as linhas abaixo no final do seu arquivo .bashrc para que o compilador saiba onde encontrar as bibliotecas.

LD_LIBRARY_PATH=/usr/local/lib
export LD_LIBRARY_PATH

10. Para compilar um programa

cobc -x {nome-do-programa}

11. Para obter mais informações

Se precisar de mais informações sobre o GnuCOBOL, dá uma olhada nesse artigo.

Boa sorte!


 

Publicado por

P.A.Dias

Paulo André tem mais de 30 anos de experiência em desenvolvimento e manutenção de sistemas em plataforma mainframe. Atuou como programador, analista, coordenador técnico, gerente e executivo de projetos em uma multinacional da área de Tecnologia da Informação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *